Pathological Anatomy Service

O Serviço de Anatomia Patológica (SAP) tem por missão principal o diagnóstico morfológico realizado em material clínico de doentes inscritos no IPO-Porto, bem como a avaliação de características lesionais que contenham informação relevante para a decisão terapêutica e a definição do prognóstico. Igualmente, o SAP realiza autópsias a pacientes falecidos no IPO-Porto, para esclarecimento da causa de morte e documentação clínica.

Location: Radiotherapy Building, 1st floor

The main mission of the Pathological Anatomy Service (SAP) is morphological diagnosis conducted in clinical material from IPO-Porto patients, as well as the evaluation of the lesion characteristics which contain relevant information for the therapeutic decision and the prognosis definition. Also, SAP performs autopsies to patients deceased in IPO-Porto to define the cause of death and clinical documentation.

Given the multidisciplinarity which currently characterizes the approach to the oncological patient, SAP actively drives interaction with clinical areas Services by having its members actively participating in the Pathology Clinics and performing periodical clinical-anatomical meetings.

Simultaneously, SAP is involved in training human resources, namely post-graduate training in the scope of Complementary Internship in Pathological Anatomy and other Specialities, education cooperation with several education institutions, with particular highlight to the Porto University (“Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e Faculdade de Medicina” – Abel Salazar Biomedical Sciences Institute and Medicine College), in study programs leading to obtaining the Licentiate, Masters and Doctorate degrees, and pre-professional training of Physicians and Technicians in Pathological, Cytological and Thanatological Anatomy.

Lastly, SAP promotes the development of scientific research activity in the areas of Oncology and Molecular Pathology, in close cooperation with IPO-Porto Research Centre.

Objectives

Strengthen the investment in training human resources, promoting continuous training and allowing exchanges with national and international levels reference centres to allow the implementation of work practices that drive the quality increase of the service provided, and also to perfect and develop individual competences.

Increase cooperation with Clinical Services, optimizing diagnosis procedures and response times, to contribute to increase efficiency and the patients’ satisfaction at an institutional level.

Participate in activities that provide services to the community, reinforcing the Institution’s image for healthcare professionals and users, namely from oncological tracking programs (cervical cancer).

Promote the participation of the Service’s Physicians and Technicians in education and scientific research activities, in the scope of current inter-institutional cooperation protocols, allowing integrating technological and scientific innovation in the assistance work routines.

Promote a rationalization culture for the operation expenses through a periodical monitoring and the individualized stimulus of good practices, allowing using efficiently the resources available, streamlining production processes and guiding to provide services and obtain quality increases.

Promote a work environment favourable to full professional and human development, for everyone in the Service, allowing maintaining good work psychosocial conditions.

SAP intends to stand out in the regional and national context as reference in several areas of Oncological Pathology, by increasing the technical and scientific proficiency of its staff actively participating in multi-institutional projects and properly divulging its activity. In this context, the quality promotion and assurance for all procedures conducted in the Service are base assumptions to continue these activities.

 

Banco de Tumores

O Banco de Tumores do IPO-Porto está localizado no Serviço de Anatomia Patológica. Esta unidade funcional do Instituto permite a colheita, armazenamento e utilização de tecidos excedentários para investigação biomédica.

O Banco de Tumores, inaugurado em setembro de 2012, vem cumprir uma das principais missões do IPO-Porto: a investigação sobre o cancro. Assim, o IPO-Porto, mediante a prévia autorização escrita do doente, recolhe pequenas amostras de tecido tumoral para, assim, melhorar a compreensão e o tratamento do cancro.

Qual a finalidade do banco de tumores?

Os avanços da Medicina estão dependentes da investigação científica e, cumulativamente, a investigação científica necessita de tecidos humanos normais e patológicos para cumprir os seus objetivos.

O IPO-Porto pretende dotar o Banco de Tumores de amostras que não sejam necessárias para o diagnóstico e/ou tratamento dos doentes e que poderão vir a ser utilizadas para investigação biomédica, respeitando-se o princípio da confidencialidade e anonimato. Não haverá comercialização dos tecidos colhidos e não é objetivo do Banco de Tumores a criação de um Banco de Dados Genéticos.

Descrição do processo

A colheita de tecidos/líquidos dos doentes do IPO-Porto realiza-se com fins de diagnóstico e/ou tratamento. Frequentemente, não se estuda a totalidade do material obtido, do qual se obtém amostras representativas do processo lesional.

Após esta colheita, o material excedentário é normalmente destruído. Contudo, o mesmo pode ser de valor inestimável para a investigação biomédica e, assim, contribuir para o melhor conhecimento das doenças.

Parte desse material excedentário pode ser estudado por diversas técnicas, desde que esteja adequadamente conservado num Banco de Tumores. A informação referente a este material será tratada de forma confidencial e anónima. A autorização dada pelo doente para os fins expostos é voluntária e altruísta.

Os riscos

A utilização deste material não implica nenhum risco para o doente, não modifica o ato cirúrgico, nem influência a terapêutica subsequente, salvaguardando-se, em todos os casos, os procedimentos idóneos para o diagnóstico correto do processo lesional. A eventual recusa do doente em anuir a esta solicitação em nada colocará em causa a assistência e acompanhamento médicos que lhe são devidos como utente.

No futuro, os investigadores que realizem os estudos podem ter necessidade de ter informações sobre o seu estado de saúde, pelo que poderão ter de consultar o seu processo clínico. O IPO-Porto promoverá todos os esforços necessários para manter a sua privacidade. Como doente do IPO-Porto, a privacidade e a confidencialidade das informações sobre cada caso clínico são muito importantes para a Instituição.

A participação na investigação pode ser uma contribuição fundamental para os esforços do Instituto na procura da cura para o cancro e para melhorar a assistência médica aos doentes com cancro.

equipa

Pathological Anatomy Service
Diretor de Serviço
Dr. Rui Henrique
Técnica Coordenadora
Maria do Amparo Diegues da Silva

contactos

telefone
225 084 000
fax
225 084 047
localização
Edifício de Radioterapia, piso 1